A profunda estima que devemos ter por nossa vocação, o senso da grandeza do chamado de Deus e a preocupação de tornar nossa consagração cada vez mais autêntica devem manter-nos constantemente na atitude de discípulas, atentas aos ensinamentos de Cristo Mestre, a fim de melhor conhecê-lo e de melhor nos conhecer, de responder à graça de sua escolha, para que ele possa constantemente nos conformar à sua vontade, e nos conduzir a viver de maneira plena nosso ser humano e espiritual.

As Escrituras Sagradas, estudadas e meditadas, a Leitura Espiritual e todas as iniciativas de formação devem nos conduzir a uma “competência fina e sólida”, permitindo assim que cada Irmã “testemunhe o que a Igreja espera dela”.

Para responder às realidades de hoje, a formação é um desafio incontornável. Optamos por uma formação que coloca o acento sobre:

  • A profundidade humana e espiritual, para viver o ideal de adorar, anunciar e testemunhar o amor misericordioso de Deus Trindade a todos, especialmente os pobres, de acordo com a inspiração de Carlos Demia e a fidelidade ao seu ensinamento;
  • O acompanhamento personalizado em todas as etapas da formação e progressão de cada Irmã, em vista do seu desenvolvimento pessoal, comunitário e missionário;
  • A opção de salvar o planeta, como nossa casa comum e o lugar de render graças ao Criador.
  • A opção pelo respeito à dignidade de todo ser humano, e seu direito de progredir e desenvolver suas habilidades, independentemente de sua condição social, física ou intelectual.