O ministério das vocações pertence a toda atividade pastoral da Igreja.

No documento do Sínodo da Juventude, diz-se:

“Todas as variedades de vocação coincidem no chamado único e universal à santidade, que, no fundo, não é outra coisa que a realização desse chamado para a alegria do amor que ressoa no coração de todos os jovens.”

De fato, é somente pela vocação à santidade que diferentes formas de vida podem ser articuladas, sabendo que Deus”quer que sejamos santos e que não nos resignemos a uma vida medíocre, superficial e indecisa” (FRANCOIS, Gaudete et exsultate, Non 1).

Para a pastoral vocacional, colocamos o acento em um trabalho que vise:

  • A tomada de consciência de que o chamado à santidade é dirigido a todos, independentemente do estado que escolhi para viver como cristão, para colocar os jovens em uma dinâmica natural de reflexão e escolha.
  • O acompanhamento personalizado de cada jovem que deseja progredir no discernimento de sua própria vocação;
  • A criação de oportunidades de encontro, partilha, oração, silêncio, que proporcionem oportunidades para a experiência da presença de Deus e a experiência da presença do outro.
  • A abertura à participação na espiritualidade e missão da Congregação das Irmãs São Carlos por um período específico, para jovens que desejam fazer uma pausa, dar tempo para a reflexão pessoal ou simplesmente viver um tempo de doação.